Orquestra Prelúdio e Vox Camerata apresentam Cantata BWV 147 de Bach

Orquestra Prelúdio e Vox Camerata apresentam Cantata BWV 147 de Bach Joinville recebeu os encantos de uma das mais tradicionais obras do Músico Johann Sebastian Bach, a Cantata BWV 147. A atração é uma apresentação da Orquestra Prelúdio de Joinville e do Coro Vox Camerata com a participação de músicos convidados, que vem somar os seus talentos ao projeto. A iniciativa é dirigida pelo músico e maestro de Joinville, Rafael Daniel Huch, e viabilizada por meio do Simdec (Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura). As apresentações, todas gratuitas, foram realizadas no mês de outubro. A Cantata BWV 147 de Bach formada por mais de 40 músicos, entre cantores, instrumentistas e solistas. O grupo formado pelos integrantes da Orquestra Prelúdio, do Coro Vox Camerata e por quatro solistas – a soprano Karolyne Liesenberg (Curitiba/PR), o contratenor Victor Lucas Bento (Curitiba/PR), o tenor Maico Sant’Anna (Curitiba/PR) e o baixo Alexandre Leao (Joinville/SC), incluindo convidados da Orquestra Sinfônica do Paraná e da Orquestra Sinfônica de Santa Catarina. A peça original, em alemão “Herz und Mund und Tat und Leben” (Coração e boca e ações e vida), foi composta por Bach na festa da igreja de Visitação da Virgem Maria a Izabel, em Leipzig, em 1723. Entre os trechos mais conhecidos dessa cantata está o coro “Jesus, alegria dos homens”. “Já naquela época, Bach trouxe para o povo algo conhecido, fazendo a comunidade se sentir parte ativa da cantata ou da celebração”, comenta Huch. O maestro explica que as cantatas são obras com texto sacro, apesar de serem de domínio universal, patrimônio da humanidade. Sobre Johann Sebastian Bach Johann Sebastian Bach é um compositor do período Barroco (entre 1600 a 1750). Passou a vida produzindo música de altíssima qualidade, dentro da igreja luterana, período que a igreja representava o poder político e econômico. A reforma da Europa teve influência em sua música por meio das composições feitas em alemão. Bach compilou ainda, o “Cravo bem temperado” um tratado da música ocidental, onde dividiu tudo em tons e semitons, criando a tonalidade maior e menor. O Cravo Bem Temperado, no original alemão Das wohltemperierte Klavier[1], é uma coleção de música para cravo solo, composta por Johann Sebastian Bach. Ele inicialmente escreveu prelúdios e fugas tendo por base os 24 tons (12 maiores, mais 12 menores), surgidos em 1722. Mais tarde, em 1744, Bach compilou um segundo livro de prelúdios e fugas (seguindo o mesmo esquema de composição tonal do primeiro), intitulando-o de “Vinte e quatro Prelúdios e Fugas”. Atualmente, os dois volumes são conhecidos e citados como “Livro I” (ou “1º Livro”) e “Livro II (ou “2º Livro”) de “O Cravo Bem Temperado”. As atividades da Orquestra Prelúdio de Joinville iniciaram em Março/2011, com o objetivo de oportunizar a vivência em grupo e a prática musical em conjunto para músicos da cidade de Joinville. O objetivo também é levar a música para as diversas regiões da cidade, aproximando a comunidade da música erudita e também de composições da música popular brasileira. É uma orquestra de câmara composta por instrumentos de cordas e todos os seus integrantes são da cidade de Joinville. Os ensaios são semanais e com direção musical e regência do maestro Rafael Daniel Huch. O maestro Rafael Daniel Huch é natural de Joinville e iniciou seus estudos em música aos sete anos de idade. Foi aluno da Escola de Música Villa Lobos e é graduado em Composição e Regência pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e pós graduado em Educação e Gestão Musical em Contexto Comunitário pelo Instituto Superior de Educação de Ivoti. É o maestro fundador da Orquestra Prelúdio e vem se destacando como uma liderança musical na região norte de Santa Catarina, estando a frente de importantes projetos em âmbito federal e municipal. Sobre a Orquestra Prelúdio Criada em 2011, sob a liderança do maestro Rafael Huch, a Orquestra Prelúdio oportuniza a vivência e a prática musical para profissionais de Joinville. A orquestra de câmara vem passando por constantes atividades de aprimoramento, para a melhoria técnica e profissional do grupo. Em 2017, seus integrantes constituíram a Associação Cultural e Artística de Joinville (Acaje) e, recentemente, inauguraram o projeto de extensão Música e Cidadania, oferecendo aulas de música para crianças do bairro Jardim Paraíso. Sobre o Coro Vox Camerata O Coro Vox Camerata é um grupo de músicos que executam repertório de câmara, formado por cantores experientes e estudantes de canto lírico. Foi criado por iniciativa do maestro Rafael Huch e da soprano lírico Karla Huch com o objetivo de difundir a música erudita em Joinville e no estado de Santa Catarina. Sobre o maestro Rafael Huch Natural de Joinville, Rafael Huch é graduado em composição e regência, pela Universidade Estadual do Paraná, e especialista em gestão e educação musical em contexto comunitário, pelo Instituto Superior de Educação de Ivoti (RS).

Deixe seu comentário